TCU desmente Dilma, e diz que apenas 16% das obras de infraestrutura turística para Copa serão concluídas

No encontro que teve em janeiro com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, a presidente Dilma minimizou os problemas que o Brasil enfrenta na preparação para a Copa do Mundo, e disse ao dirigente que o País realizará a “Copa das Copas”. Dilma afirmou que o obra dos estádios eram as mais “simples” de serem finalizadas, e destacou que o governo estaria realizando diversas outras intervenções para melhoria da infraestrutura de aeroportos e de mobilidade urbana das cidades. “Estamos preparados”, disse Dilma ao presidente da Fifa.

O otimismo de Dilma com o andamento das obras voltadas à Copa do Mundo não é compartilhado, entretanto, pelos ministros do Tribunal de Contas da União. Relatório do Tribunal, divulgado nessa quarta-feira (05), aponta que as ações de infraestrutura turística dispostas na matriz de responsabilidades da Copa do Mundo de 2014 ainda não entraram na fase de execução das obras. De acordo com o TCU, dos 37 contratos celebrados, apenas seis já iniciaram ou concluíram os procedimentos licitatórios, com perspectiva de conclusão do objeto antes do início do evento. No entanto, ainda não foi iniciada à execução física de nenhum desses contratos.

Segundo o tribunal, 68% dos contratos estão em situação de cláusula suspensiva, pois os contratantes não apresentaram toda a documentação necessária à Caixa para que possam assinar os contratos e executar as obras. Além disso, 8% dos contratos foram cancelados e apenas 24% estão aptos a iniciar a execução das obras. Na avaliação do TCU, apenas 16% dos contratos de infraestrutura turística serão concluídos até a Copa.

Para o ministro-relator Valmir Campelo, entrevistado pelo site Contas Abertas, o quadro é preocupante: “Em resumo, a unidade técnica apurou que ações de infraestrutura turística dispostas na matriz de responsabilidades da Copa do Mundo de 2014 encontram-se em fase inicial, não tendo entrado ainda na etapa de execução das obras, o que demonstra o risco potencial de não se alcançar as metas e objetivos propostos nas referidas ações, com sérios prejuízos para a organização do Mundial de Futebol nessa área”, afirma o ministro.

Leia mais no site Contas Abertas.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marco On 12 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

Uma balsa com um tanque de 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido atracou, no último sábado, no Porto Encontro das Águas, terminal da Petrobras em Manaus (AM), acompanhada pelo Navio-Patrulha Fluvial “Roraima”, subordinado ao

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias, após receber documento com reivindicações de entidades de classe, empresariais, da agroindústria, do setor de logística de transporte e da sociedade organizada, decidiu enviar ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarsício Gomes

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias apresentou projeto de lei (PL), esta segunda-feira (08/02), que estabelece eleições diretas para a Diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de promover outras mudanças que

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Marco On 5 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias fez um requerimento solicitando a inserção do voto de pesar pela morte do ex-prefeito de Cascavel, oeste do Paraná, Salazar Barreiros, nos anais do Senado Federal, nesta sexta-feira (5/2). “Com a

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.