Repúdio à violência e cobrança de providências para garantir segurança dos jovens do MBL

O senador Alvaro Dias cobrou do presidente do Senado, Renan Calheiros, que tomasse providências urgentes para garantir a segurança dos jovens do Movimento Brasil Livre que estão acampados em frente ao Congresso Nacional e que foram agredidos por militantes do MTST. Alvaro Dias alertou os parlamentares para o risco que os jovens correm, principalmente à noite, de terem seu acampamento invadido e de sofrerem agressões físicas pelos militantes sem teto.

“Recebemos informações de que a manifestação em frente ao Congresso chegou às raias da violência, com jovens feridos, e um deles teve uma fratura de costela, e está no momento recebendo atendimento médico. É lastimável o que está acontecendo, e registramos aqui o nosso repúdio às agressões que foram feitas aos jovens do MBL. O que vimos foi a ação de um movimento organizado de pessoas que chegam de ônibus e invadem o local onde se encontram as barracas dos jovens. Faço um apelo ao Presidente do Senado para que ele reforce a segurança no gramado em frente ao Congresso, já que há o receio de que, à noite, o movimento de violência possa recrudescer. Deixamos aqui o nosso protesto. Somente a lamentação não basta, é preciso tomar providências severas. Não se constrói um pais democrático com manifestações como esta que vimos, de arrogância, de prepotência e de violência. Este confronto é descabido, e ele tem que ser repudiado”, afirmou o senador Alvaro Dias.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram