Podemos aguarda votação de Adin que anula juiz de garantias, e PGR pede que STF mantenha suspensa implantação dessa nova figura jurídica

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou recentemente ao Supremo Tribunal Federal um parecer no qual defende que a implantação da figura do juiz de garantias continue suspensa até que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) defina um regulamento uniforme para a implementação. A solicitação do procurador Augusto Aras está em consonância com a Ação Direta de Iinconstitucionalidade apresentada pelo Podemos no STF, em dezembro de 2019, em que o partido apresentou argumentos contra a criação do juiz das garantias. A Adin do Podemos, assinada também pelo Cidadania, possuía também pedido de liminar para barrar os efeitos da implantação da nova lei que havia sido aprovada no Congresso. O ministro Luiz Fux, em janeiro de 2020, concedeu liminar impedindo a implementação do juiz das garantias.

No documento enviado ao STF, a Procuradoria Geral da República defende a suspensão do trecho do pacote anticrime que determina que o MP deve comunicar à vitima e aos investigados o arquivamento do inquérito policial ou demais tipos de apuração. Augusto Aras também defendeu no STF que sejam declaradas inconstitucionais algumas das seguintes previsões para a implantação do juiz de garantias. Os pedidos do procurador são os mesmos feitos pelo Podemos e Cidadania na Adin apresentada em 2019, que busca declarar como inconstitucionais pontos como os seguintes:

  • informação sobre a instauração de qualquer investigação criminal;
  • prorrogação do prazo de duração do inquérito quando o investigado estiver preso;
  • trancamento do inquérito policial quando não houver fundamento razoável para instauração ou prosseguimento;
  • requisição de documentos, laudos e informações ao delegado de polícia sobre o andamento da investigação.

Em sua Adin, que aguarda ser analisada no Plenário do STF, o Podemos e o Cidadania alegam que o juiz das garantias vai prejudicar o combate aos crimes do colarinho branco: “O juiz responsável pela instrução não acompanhará o desenvolvimento das investigações, ficando totalmente alheio aos acontecimentos empreendidos pela autoridade policial e pelo Ministério Público, o que poderá ocasionar um julgamento mais tardio, tendo em vista que o magistrado precisará de mais tempo para firmar sua convicção”, afirma a Adin.

Para o senador Alvaro Dias, a implantação da figura do juiz das garantias vai tornar ainda mais complicado o Judiciário brasileiro. “Com essa estrutura precária, como bancaremos o juiz das garantias? Fizemos um estudo e só no caso dos juízes estaduais teríamos um acréscimo de R$ 2,6 bilhões. Vamos complicar o que já está complicado? Isso só passa a ideia de um sistema para não funcionar ou para funcionar a favor da impunidade”, afirmou o Líder do Podemos.

O que é o “juiz de garantias”?

A figura do juiz de garantias foi incluída pelo Congresso Nacional durante a votação do pacote anticrime. O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas a implementação está suspensa por ordem do ministro Luiz Fux, presidente do STF.

Pela lei, o juiz de garantias é o magistrado que atua na fase de instrução do processo, autorizando buscas e quebras de sigilo, por exemplo. Quando o caso é enviado à Justiça, esse juiz dá lugar a um novo magistrado, que atua no julgamento propriamente dito.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe uma resposta

- Últimos Posts

Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Voto de Aplauso ao legado da educadora Branca Alves de Lima

Voto de Aplauso ao legado da educadora Branca Alves de Lima

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política

Como reconhecimento pelo legado a relevante contribuição que deixou à educação brasileira, o senador Alvaro Dias apresentou um requerimento de Voto de Aplauso à saudosa educadora Branca Alves de Lima, que faleceu em 25 de

Silvino Dias e a Fazenda Diamante

Silvino Dias e a Fazenda Diamante

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política, Vídeos

O canal do YouTube Maringá Histórica produziu este vídeo em homenagem ao senhor Silvino Dias, pai do senador Alvaro Dias. A história começa quando Silvino Dias fundou a Fazenda Diamante, em Maringá e começou a

Aprovada emenda de Alvaro Dias que aumenta proteção sobre histórico de pacientes internados de emergência

Aprovada emenda de Alvaro Dias que aumenta proteção sobre histórico de pacientes internados de emergência

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política

O Senado aprovou, esta terça-feira (18/05), o Projeto de Lei (PL) 3.814/2020, que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a criar uma plataforma digital para unificar informações de pacientes atendidos pelas redes de saúde

Aprovado projeto de Alvaro Dias que incentiva produção nacional de insumos para vacinas

Aprovado projeto de Alvaro Dias que incentiva produção nacional de insumos para vacinas

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política

Incentivo à produção nacional de insumos farmacêuticos ativos (IFA) no Brasil, necessários para a fabricação de vacinas. É o que garante o PL 4209/2019, de autoria do senador Alvaro Dias, aprovado na sessão plenária desta

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.