Pesquisa mostra que maioria dos brasileiros defende afastamento de Eduardo Cunha

Para 70% dos eleitores brasileiros, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) deveria se afastar da presidência da Câmara dos Deputados enquanto responde às acusações de corrupção e lavagem de dinheiro. Este é o resultado de uma pesquisa inédita divulgada nesta terça-feira (24/11) pelo Instituto Paraná Pesquisas.

De acordo com a pesquisa, 83,2% dos eleitores acham que Cunha foi beneficiado pelo esquema de corrupção na Petrobras e 75,8% disseram não acreditar que ele esteja sendo perseguido pelo Ministério Público Federal. A pesquisa mostra ainda que 77% dos brasileiros consideram Eduardo Cunha um mau político.

Sobre o pedido de impeachment da presidente Dilma, a pesquisa mostrou que 66% dos eleitores acham que Eduardo Cunha não tem, após as acusações, independência suficiente para analisar um pedido de impeachment. Outros 27,9% consideram que ele tem independência para isso e 6,1% não sabem ou não responderam.

A pesquisa foi feita com 2.020 eleitores maiores de 16 anos em 23 Estados e 164 municípios brasileiros entre os dias 17 e 22 de novembro de 2015. O grau de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro de dois pontos percentuais. Leia aqui a íntegra da pesquisa.

 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram