Obesidade pode ultrapassar tabagismo como fator de risco, e tratamento com inibidores é uma das soluções

A comunidade científica, no Paraná e em outros estados do País, entende que a proibição da Anvisa a inibidores de apetite não pode prejudicar o tratamento dos que têm obesidade mórbida. A defesa foi feita pelo senador Alvaro Dias, durante a discussão, na CCJ, do projeto de decreto legislativo que suspende a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proibiu, no final de 2011, o uso e comercialização de medicamentos à base de anfepramona, femproporex e mazindol, os chamados inibidores de apetite.

Na sua argumentação, o senador Alvaro Dias apresentou relatos da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), que defende que a Anvisa errou por fazer um decreto generalizado, com o intuito de evitar os abusos, mas sem ouvir os médicos. Estudo da Abeso, lido por Alvaro Dias, destaca que os inibidores de apetite são as únicas opções de pessoas que não podem esperar, por exemplo, por uma cirurgia bariátrica. Alvaro Dias afirmou que, se não são ideais, os medicamentos são o que há de melhor em terapia farmacológica para tratamento da obesidade.

“Estudos realizados no Canadá mostram que em um ano, as doenças cardiovasculares provocadas pela obesidade podem superar o fumo como fator de risco, e que a prevalência de diabetes deverá aumentar ao longo dos próximos sete anos. Ainda de acordo com a Abeso, nos últimos 100 anos, homens e mulheres reduziram a média de sono noturno de mais de nove horas para aproximadamente sete horas, fator que pode estar ligado ao crescimento da obesidade. Estes estudos revelam também que o número de brasileiros mortos por complicações diretamente relacionadas à obesidade triplicou nos últimos 10 anos. Em virtude desses dados,grande parte da sociedade científica, como no meu Estado, o Paraná, afirma que uma forma eficiente e segura de tratar a obesidade é a prescrição de inibidores de apetite. Mas é preciso destacar que a Abeso defende o acesso ao tratamento que inclui medicamentos, com prescrição médica, controle e acompanhamento profissional. Em resumo, é importante que o Congresso aprove este projeto, garantindo que a prescrição dos inibidores seja feita com responsabilidade e vigilância, com acompanhamento do paciente durante todo o tratamento”, defendeu o senador Alvaro Dias na CCJ.

Além de Alvaro Dias, a maioria dos senadores defendeu a aprovação do projeto, mas a base governista, atendendo pedidos da Anvisa, pediu vistas do projeto. Com isso, a discussão sobre a proposição ficou marcada para a reunião da CCJ na próxima semana.

Compartilhe este post

Facebook
Telegram
WhatsApp
Twitter
Email
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Durante a Convenção Nacional do Podemos, realizada neste domingo (31/07) em São Paulo, os integrantes do partido presentes no evento fizeram um convite ao senador Alvaro Dïas, aprovado de forma unânime por todos: que seja

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

A Agência Câmara de Notícias deu destaque ao projeto do senador Alvaro Dias que altera a legislação para permitir a dedução, no Imposto de Renda, das despesas com medicamentos de uso contínuo e de alto

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

O senador Alvaro Dias garantiu a aprovação, nesta quarta-feira (03/08), do seu relatório favorável à autorização para contratação de empréstimo de US$ 90,56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento do Programa

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Está seguindo nesta semana para sanção do presidente da República o projeto do senador Alvaro Dias que tem como objetivo permitir aos agricultores acesso rápido e abrangente às tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.