Na CPI Mista, mapa com o “caminho das pedras” para investigação da quadrilha que tomou Petrobras de assalto

Em pronunciamento na primeira sessão da CPI Mista da Petrobras, nesta quarta-feira (28), o senador Alvaro Dias apresentou aos parlamentares e à imprensa um mapa, produzido por sua assessoria técnica, que mostra todas as conexões entre os envolvidos com falcatruas na Petrobras. O mapa, segundo Alvaro Dias, revela, de forma organizada, o roteiro da corrupção na maior empresa do País.

“Podemos batizar este trabalho de mapa da mina, ou caminho das pedras, porque mostra a conexão de todas as denúncias e todos os fatos desde a origem, a fonte dos recursos e os desvios ocorridos, os valores envolvidos nas transações ilícitas que tem origem no cofre da Petrobras, e que foram descobertas pela Polícia Federal. O mapa revela até onde esses recursos chegaram na chamada lavanderia que se instalou para desviar milhões da estatal. Esse mapa sinaliza o caminho que devemos percorrer para encontrar os responsáveis e os culpados por este que é um dos maiores escândalos de corrupção do País. Jamais vimos algo semelhante. Há sim uma quadrilha instalada, uma organização criminosa que atuou com competência jamais vista no desvio de dinheiro”, disse o senador Alvaro Dias.

No seu discurso, Alvaro Dias criticou a estratégia governista de protelar ao máximo o início dos trabalhos da CPI Mista, como forma de inviabilizar seus trabalhos de investigação por conta da proximidade de um calendário que prevê Copa do Mundo, convenções partidárias, festas juninas e, posteriormente, início da campanha eleitoral, o que levará ao esvaziamento dos trabalhos no Congresso. O senador lembrou que as 18 representações apresentadas pela oposição após a CPI da Petrobras de 2009 levaram o Ministério Público e a Polícia Federal às investigações que resultaram nas descobertas atuais de ilícitos na estatal do petróleo.

“Temos que ter a dose exata de sinceridade nesta CPI. É difícil acreditar que depois de dois meses assistindo a imposição da estratégia governista, com objetivo de protelar o início dos trabalhos desta comissão parlamentar mista, jogando com um calendário encurtado, exatamente para empurrar a investigação para a frente, iremos conseguir vencer o bloqueio do Palácio do Planalto a qualquer investigação. Teremos dificuldades para trabalhar, mas estamos aqui para cumprir nosso dever, e esta CPMI não precisaria ser instalada se o governo tivesse adotado providências a partir de 2009, quando foi realizada outra CPI da Petrobras. Como agora, aquela CPI foi dominada e teve seus trabalhos inviabilizados pelo governo, mas a oposição, antes de se retirar da comissão por não compactuar com aquela farsa, apresentou 18 representações junto ao Ministério Público com denúncias graves, a começar pela usina Abreu e Lima, passando pela usina Getúlio Vargas, em Araucária (PR). O governo ignorou os fatos explicitados pela oposição, e em dezembro de 2012, entramos com nova representação, desta vez sobre a malfadada compra da refinaria Pasadena, nos Estados Unidos, revelando mais uma denúncia de falcatruas que, entretanto, não tiveram interesse do governo em seu esclarecimento. Com a leniência do governo, foi escancarada a porta para a corrupção na Petrobras”, concluiu o senador Alvaro Dias.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marco On 12 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

Uma balsa com um tanque de 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido atracou, no último sábado, no Porto Encontro das Águas, terminal da Petrobras em Manaus (AM), acompanhada pelo Navio-Patrulha Fluvial “Roraima”, subordinado ao

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias, após receber documento com reivindicações de entidades de classe, empresariais, da agroindústria, do setor de logística de transporte e da sociedade organizada, decidiu enviar ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarsício Gomes

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias apresentou projeto de lei (PL), esta segunda-feira (08/02), que estabelece eleições diretas para a Diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de promover outras mudanças que

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Marco On 5 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias fez um requerimento solicitando a inserção do voto de pesar pela morte do ex-prefeito de Cascavel, oeste do Paraná, Salazar Barreiros, nos anais do Senado Federal, nesta sexta-feira (5/2). “Com a

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.