Governo volta a defender a recriação da CPMF, o malfadado “imposto do cheque”

No início de seu segundo mandato no Ministério da Saúde, o ministro Arthur Chioro voltou a defender a criação de uma contribuição para financiar o setor, que compensaria o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), diante da dificuldade econômica atual. Em entrevista ao ‘Estado de S. Paulo’, Chioro defende a necessidade de o governo federal dar garantia, para a sociedade, da sustentabilidade do sistema de saúde, e para isso, segundo ele, seria preciso ampliar o financiamento deste serviço, com a criação do novo imposto.

O senador Alvaro Dias, por diversas vezes nos últimos anos, se manifestou contrário à criação de um novo imposto ou pela reativação da CPMF. Para Alvaro Dias, a intenção de criar um novo imposto é uma confissão de incompetência administrativa do governo do PT, já que, afirma, o problema da saúde pública não é de dinheiro, mas, sim, de gestão, agravado pela corrupção e pelo desvio de bilhões de reais que deveriam ir para o sistema.

“É fácil para este governo falar em criar ou recriar impostos. O que tem sido difícil para ele é falar em realizar uma reforma administrativa, em adotar programa de controle dos gastos públicos e combater implacavelmente o superfaturamento de obras e a corrupção. Portanto, falar em recriação da CPMF é uma afronta, um escárnio, é subestimar a inteligência da população, é um acinte às pessoas de bem que trabalham duro para pagar impostos, muitas vezes sem poder pagar, porque pagam impostos demais. O Banco Mundial, há algum tempo, realizou um diagnóstico e concluiu que o problema da saúde pública brasileira é a incompetência de gerenciamento, a ausência de planejamento e organização e a desonestidade, com o desvio de bilhões de reais. Não há, então, por que criar novo imposto, ainda mais quando se verifica que ano a ano a receita com impostos cresce, e cresce significativamente. O dinheiro para o serviço de saúde pública de qualidade está depositado nos cofres da União, tem origem nos tributos recolhidos pela Receita Federal. Falar em novo imposto? Não! Decididamente, não!”, afirmou o senador Alvaro Dias.

 

Compartilhe este post

Facebook
Telegram
WhatsApp
Twitter
Email
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Durante a Convenção Nacional do Podemos, realizada neste domingo (31/07) em São Paulo, os integrantes do partido presentes no evento fizeram um convite ao senador Alvaro Dïas, aprovado de forma unânime por todos: que seja

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

A Agência Câmara de Notícias deu destaque ao projeto do senador Alvaro Dias que altera a legislação para permitir a dedução, no Imposto de Renda, das despesas com medicamentos de uso contínuo e de alto

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

O senador Alvaro Dias garantiu a aprovação, nesta quarta-feira (03/08), do seu relatório favorável à autorização para contratação de empréstimo de US$ 90,56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento do Programa

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Está seguindo nesta semana para sanção do presidente da República o projeto do senador Alvaro Dias que tem como objetivo permitir aos agricultores acesso rápido e abrangente às tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.