Governo Dilma investe nos portos brasileiros apenas 30% do total gasto com Mariel, em Cuba

Enquanto o porto cubano de Mariel recebeu financiamentos do governo Dilma, via BNDES, de cerca de R$ 1,6 bilhão (US$ 682 milhões), as Companhias Docas, responsáveis por estatais que administram 18 dos 34 portos brasileiros, investiram apenas 28,3% dos recursos previstos para 2013. O percentual equivale a R$ 470,7 milhões liberados pelo governo do total de R$ 1,7 bilhão autorizado no Orçamento da União. O cálculo foi divulgado pelo site Contas Abertas, que verificou que o montante aplicado pelo governo Dilma nos portos brasileiros equivale a apenas 29,4% do que foi enviado para financiar a construção do porto cubano.

A reportagem do site Contas Abertas questionou a Secretaria de Portos da Presidência da República, responsável pelos investimentos das Companhias Docas, sobre o porquê da demora na liberação dos recursos, mas a Pasta não se pronunciou. Em discursos no Plenário, o senador Alvaro Dias criticou duramente o investimento do governo brasileiro no porto de Mariel, e disse que os recursos aplicados na ilha caribenha e na Venezuela desfalcam os investimentos para obras estruturantes no Brasil, em especial as de mobilidade urbana nas grandes metrópoles. E, pior, como lembra Alvaro Dias: os detalhes da operação de empréstimo do governo, via BNDES, para Cuba, só poderão ser conhecidos a partir de 2027, dois anos antes do prazo final para que o país governado pela ditadura dos irmãos Castro, a rigor, quite a dívida. Isto porque o governo Dilma impôs a tarja de sigiloso para os empréstimos para Cuba, países africanos e da América do Sul.

“Esses são recursos que estão indo para Cuba pertencem aos trabalhadores brasileiros, são retirados da nossa população com juros subsidiados para outros povos de outros países. O governo não tem esse direito. E nós sabemos que esse dinheiro não vai voltar. Daqui a alguns anos o Palácio do Planalto vai enviar ao Congresso um projeto pedindo o perdão das dívidas de Cuba, da mesma forma que fez para obter o perdão das dívidas de ditaduras africanas com o Brasil”, disse recentemente o senador Alvaro Dias.

Compartilhe este post

Facebook
Telegram
WhatsApp
Twitter
Email
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Durante a Convenção Nacional do Podemos, realizada neste domingo (31/07) em São Paulo, os integrantes do partido presentes no evento fizeram um convite ao senador Alvaro Dïas, aprovado de forma unânime por todos: que seja

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

A Agência Câmara de Notícias deu destaque ao projeto do senador Alvaro Dias que altera a legislação para permitir a dedução, no Imposto de Renda, das despesas com medicamentos de uso contínuo e de alto

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

O senador Alvaro Dias garantiu a aprovação, nesta quarta-feira (03/08), do seu relatório favorável à autorização para contratação de empréstimo de US$ 90,56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento do Programa

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Está seguindo nesta semana para sanção do presidente da República o projeto do senador Alvaro Dias que tem como objetivo permitir aos agricultores acesso rápido e abrangente às tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.