Financial Times critica Dilma por divulgar dados incorretos sobre crescimento do PIB

O jornal britânico “Financial Times”, em seu site na internet, criticou hoje a presidente Dilma Rouseff por divulgar estatísticas não oficiais sobre a economia brasileira. A publicação se refere à entrevista dada pela presidente à edição em português do jornal espanhol “El País”, em que ela afirmou que o Produto Interno Bruto Brasileiro de 2012 cresceu, na verdade, 1,5%, em vez dos 0,9% divulgados pelo IBGE. A publicação inglesa afirmou que o governo brasileiro sabe “como deixar os investidores preparados para tudo”.

Na entrevista ao El País, Dilma afirmou que “esta semana resolveram reavaliar o PIB. E o PIB do ano passado, que era 0,9%, passou para 1,5%. Nós sabíamos que não era 0,9%, que estava subestimado o PIB”. Responsável pela apuração do PIB, o IBGE não confirmou as informações de Dilma, e disse apenas que divulgará, no próximo dia 3/12, os indicadores do terceiro trimestre e eventuais revisões do PIB de trimestres anteriores. “Grande notícia, certo?”, diz o jornal Financial Times. “No entanto, investidores ficaram coçando as cabeças depois que o IBGE recusou confirmar se a revisão é verdadeira”.

“O Brasil está longe de outros países como a Argentina em relação à estatística criativa”, diz o Financial Times. “No entanto, com a credibilidade da equipe econômica sob crescente escrutínio por causa das contas fiscais, Dilma deveria ter escolhido uma forma mais convencional de anunciar uma revisão tão significante do PIB”, afirma o jornal britânico. Leia mais no site G1.

Compartilhe este post

Facebook
Telegram
WhatsApp
Twitter
Email
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Durante a Convenção Nacional do Podemos, realizada neste domingo (31/07) em São Paulo, os integrantes do partido presentes no evento fizeram um convite ao senador Alvaro Dïas, aprovado de forma unânime por todos: que seja

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

A Agência Câmara de Notícias deu destaque ao projeto do senador Alvaro Dias que altera a legislação para permitir a dedução, no Imposto de Renda, das despesas com medicamentos de uso contínuo e de alto

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

O senador Alvaro Dias garantiu a aprovação, nesta quarta-feira (03/08), do seu relatório favorável à autorização para contratação de empréstimo de US$ 90,56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento do Programa

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Está seguindo nesta semana para sanção do presidente da República o projeto do senador Alvaro Dias que tem como objetivo permitir aos agricultores acesso rápido e abrangente às tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.