Dinheiro gasto para Copa não é do governo nem do PT, é do povo brasileiro

O senador Alvaro Dias rebateu de forma veemente, da Tribuna do Plenário, as afirmações do líder petista Humberto Costa, de que o governo federal não utilizou recursos públicos na construção de estádios para a Copa do Mundo. Na sessão plenária desta segunda-feira (17), o senador disse que a afirmação de Costa não é verdadeira porque 97% das verbas que estão sendo destinadas para as obras são de origem pública, mesmo que estejam sendo aplicadas pelos governos estaduais, por bancos públicos como Caixa Econômica e Banco do Brasil, ou bancos de fomento como o BNDES.

“Só dá para concordar com o senador Humberto Costa em uma coisa: realmente não é do governo e não é do PT o dinheiro que está sendo gasto para a realização da Copa. Esse dinheiro é do povo brasileiro. É o dinheiro do contribuinte, que paga impostos, muitas vezes sem poder pagar. É esse dinheiro que está sendo gasto para a festa de muitos, mas não é a festa para todos os brasileiros, especialmente para os brasileiros pobres. Ora, todos nós sabemos: não há 3% dos recursos investidos na Copa do Mundo com origem na iniciativa privada. Os recursos todos, ou quase todos os recursos, cerca de 97%, são de origem pública, principalmente através de empréstimos oferecidos pelo BNDES. E a origem dos recursos do BNDES está no FAT, no FGTS, sai do bolso do trabalhador, são, enfim, recursos do Tesouro Nacional”, afirmou o senador Alvaro Dias.

No seu pronunciamento, o senador Alvaro Dias também criticou o governo federal por aceitar diversas imposições da FIFA para a realização da competição, como, por exemplo, a determinação de impor restrições a voos de aeronaves próximos a estádios de futebol, em horários de jogos. Como destacou o senador, cerca de 800 voos serão cancelados e outros 150 remanejados nas 12 cidades-sede, afetando 16 mil passageiros que devem ter seus bilhetes cancelados.

“Mas o Governo do Brasil não está nem aí com o povo brasileiro, quer agradar ao Sr. Blatter, quer agradar à FIFA. Obedece cegamente, rasteja como germe impotente diante da prepotência de uma entidade internacional. Um exemplo drástico da zona de exclusão imposta nas cidades-sede da Copa: na final, no Maracanã, a zona de exclusão terá duração de sete horas. Esse governo joga no chão a soberania nacional”, afirmou o senador Alvaro Dias, no Plenário.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marco On 12 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

Uma balsa com um tanque de 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido atracou, no último sábado, no Porto Encontro das Águas, terminal da Petrobras em Manaus (AM), acompanhada pelo Navio-Patrulha Fluvial “Roraima”, subordinado ao

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias, após receber documento com reivindicações de entidades de classe, empresariais, da agroindústria, do setor de logística de transporte e da sociedade organizada, decidiu enviar ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarsício Gomes

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias apresentou projeto de lei (PL), esta segunda-feira (08/02), que estabelece eleições diretas para a Diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de promover outras mudanças que

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Marco On 5 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias fez um requerimento solicitando a inserção do voto de pesar pela morte do ex-prefeito de Cascavel, oeste do Paraná, Salazar Barreiros, nos anais do Senado Federal, nesta sexta-feira (5/2). “Com a

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.