Dilma despenca nas pesquisas, e quer transferir para população a responsabilidade por crise que ela criou

A administração pública brasileira está no fundo do poço. A afirmação foi feita pelo senador Alvaro Dias, ao destacar, no Plenário, os números da nova pesquisa CNI/Ibope, que mostram que a popularidade do governo Dilma caiu de 40% em dezembro para apenas 12% agora em março. De acordo com a pesquisa, o número de pessoas que aprovam a maneira de governar da presidente Dilma caiu de 52% para 19% no mesmo período, e apenas 14% da população acreditam que o restante do segundo governo será ótimo ou bom. A pesquisa CNI-Ibope mostra ainda que para 76% dos entrevistados, o segundo mandato da presidente Dilma está sendo pior que o primeiro, e entre os que votaram na candidata petista, o percentual de aprovação de sua maneira de governar caiu de 80% em dezembro para 34% em março.

Ao ler na Tribuna os números da pesquisa, o senador Alvaro Dias afirmou que o governo atual tem sua credibilidade rejeitada de forma absoluta pela grande maioria do povo brasileiro. Para o senador, um governo sem credibilidade não tem condições de agora pedir à população que se sacrifique para pagar a conta do ajuste que se faz necessário depois dos muitos equívocos cometidos nos primeiros quatro anos do mandato de Dilma.

“O governo Dilma não oferece a contrapartida proporcional ao sacrifício que exige do povo. Ontem, na audiência da qual participou na CAE, o ministro Joaquim Levy não disse que o governo iria cortar um ministério sequer, um cargo comissionado, uma coordenadoria, um dos milhares cargos comissionados. Este é um governo perdulário, e que agora tenta colocar a mão grande no bolso do contribuinte. É injustificável querer este governo transferir para a sociedade a responsabilidade de uma crise da qual o povo brasileiro na verdade é vítima. Quantos alertas fizemos aqui no Plenário, nos últimos anos, para a bomba-relógio que estava sendo armada e que explodiria no colo dos brasileiros? Pois que a responsabilidade pelos problemas da economia seja debitada a quem governa o país”, disso senador.

Alvaro Dias, em seu pronunciamento, disse ainda considerar uma afronta ao povo brasileiro o aumento de impostos e alíquotas, o preço dos combustíveis, a tarifa de energia, quando não se reduz um centavo sequer das despesas deste governo que gasta cerca de R$ 474 bilhões apenas para manutenção de sua gigantesca máquina.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marco On 12 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

Uma balsa com um tanque de 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido atracou, no último sábado, no Porto Encontro das Águas, terminal da Petrobras em Manaus (AM), acompanhada pelo Navio-Patrulha Fluvial “Roraima”, subordinado ao

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias, após receber documento com reivindicações de entidades de classe, empresariais, da agroindústria, do setor de logística de transporte e da sociedade organizada, decidiu enviar ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarsício Gomes

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias apresentou projeto de lei (PL), esta segunda-feira (08/02), que estabelece eleições diretas para a Diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de promover outras mudanças que

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Marco On 5 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias fez um requerimento solicitando a inserção do voto de pesar pela morte do ex-prefeito de Cascavel, oeste do Paraná, Salazar Barreiros, nos anais do Senado Federal, nesta sexta-feira (5/2). “Com a

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.