Destruição das dez propostas contra a corrupção foi uma indignidade, afirma Alvaro Dias

O senador Alvaro Dias repudiou as manobras realizadas na Câmara dos Deputados, na madrugada de terça-feira para quarta-feira (30), durante a votação do projeto das dez medidas contra a corrupção. O projeto, relatado pelo deputado Onyx Lorenzoni, acabou sendo desfigurado com a apresentação de emendas, e pouco sobrou da proposição original apresentada pelos procuradores do Ministério Público Federal. Os parlamentares até mesmo incluíram no projeto a tipificação do crime de abuso de autoridade para magistrados e integrantes do Ministério Público.

“É preciso lamentar o que aconteceu na Câmara, com o fatiamento da proposta das dez medidas. O que aconteceu foi um ato de desrespeito, de indignidade, que compromete a imagem do Parlamento brasileiro. Essa proposta agora chegará ao Senado, e vamos trabalhar por sua readequação, até mesmo para retomar a ideia original da proposta que foi referendada pelas assinaturas de mais de 2.4 milhões de brasileiros. É preciso retomar os pressupostos básicos que motivaram a elaboração dessas medidas pelo Ministério Público, para que o Senado recupere a origem dessa proposição. Esperamos, para isso, contar com o bom senso e a colaboração inteligente dos senadores para revertermos o que aconteceu na Câmara”, afirmou o senador Alvaro Dias.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram