Comissão debate requerimento para realização de audiência com Romeu Tuma Jr.

O senador Alvaro Dias leu na manhã desta terça-feira (11), na reunião da Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle, requerimento de sua autoria para que seja ouvido, em audiência pública, o ex-secretário Nacional de Justiça, delegado Romeu Tuma Jr. O delegado é o autor do livro “Assassinato de Reputações: um crime de estado”, que liga o governo do PT à confecção de dossiês contra adversários políticos, assim como à espionagem de autoridades, entre elas até mesmo os ministros do Supremo Tribunal Federal.

Ao defender a aprovação de seu requerimento e a necessidade de o Senado realizar a audiência com Romeu Tumna Jr., Alvaro Dias disse ser absurda e inaceitável a espionagem de ministros do STF. Para ele, tal iniciativa, estimulada pelo governo do PT e relatada no livro, fragiliza e coloca em risco a democracia.

“O livro do delegado Romeu Tuma Jr. traz a denúncia de que a arapongagem oficial trabalhou para bisbilhotar a vida e conversas de ministros do Supremo. Imaginem que se até mesmo os ministros do STF estão sujeitos a essa bisbilhotagem, o que dirá do cidadão comum. Se admitirmos a arapongagem oficial invadindo até mesmo o STF, estaremos admitindo a hipótese da fragilização do sistema democrático no País. Obviamente que é a democracia que está em risco, o Estado Democrático de Direito que está em jogo se nós admitimos que do núcleo central do governo tenha sido originada a arapongagem sobre o Supremo”, afirmou o senador.

Na discussão sobre o requerimento, o senador Alvaro Dias rebateu argumentações de parlamentares do PT, como as que foram feitas pelo senador Jorge Viana, de que o Congresso era não o lugar mais apropriado para que fosse ouvido o delegado Romeu Tuma. O senador petista alegou que chamar Tuma Jr. ao Congresso seria “baixar o nível” da Casa. Para Alvaro Dias, além de a presença de Tuma Jr. na Comissão não reduzir o status de um Congresso já tão mal avaliado pela opinião pública, ainda oferece a oportunidade para aqueles que discordam dele poderem rechaçar e rebater as denúncias feitas no livro.

“Não vimos até agora ninguém do governo processar ou representar contra o delegado Romeu Tuma. E se alguém tem algo contra ele ou discorda de suas acusações e denúncias, terá a oportunidade de fazê-lo frente a frente com o delegado, sem medo do confronto. De forma alguma nosso desejo é o de baixar o nível. Aliás, o nível do Congresso já é muito baixo, segundo avalia a opinião pública. Talvez o nível da avaliação do parlamento perante o povo nunca tenha sido tão baixo quanto atualmente. Nossa intenção, como oposicionista e parlamentar, é justamente a recuperação da imagem, do conceito e da respeitabilidade da instituição. Enfrentamos com coragem e transparência os problemas, cumprindo a nossa missão. A oposição existe para investigar politicamente, para fiscalizar os atos do Poder Executivo, e o delegado Romeu Tuma não pode ser julgado nem prejulgado antecipadamente. Ele foi homem de confiança deste governo, não da oposição. Ele foi convidado para o governo por Lula, não pela oposição, portanto, ele não pode ter mudado tanto aos olhos do governo, desde o convite até a sua demissão. Queremos sim debater este tema e as acusações e denúncias que ele fez em seu livro”, disse o senador na reunião.

O requerimento do senador Alvaro Dias deverá ser votado na reunião da Comissão de Meio Ambiente da próxima semana.

Compartilhe este post

Facebook
Telegram
WhatsApp
Twitter
Email
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Podemos convida Alvaro Dias para ser candidato a presidente da República

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Durante a Convenção Nacional do Podemos, realizada neste domingo (31/07) em São Paulo, os integrantes do partido presentes no evento fizeram um convite ao senador Alvaro Dïas, aprovado de forma unânime por todos: que seja

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Agência Câmara destaca projeto de Alvaro Dias que permite dedução no IR dos gastos com remédios

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

A Agência Câmara de Notícias deu destaque ao projeto do senador Alvaro Dias que altera a legislação para permitir a dedução, no Imposto de Renda, das despesas com medicamentos de uso contínuo e de alto

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Alvaro Dias aprova no Plenário 90 milhões de dólares para a educação no Paraná

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

O senador Alvaro Dias garantiu a aprovação, nesta quarta-feira (03/08), do seu relatório favorável à autorização para contratação de empréstimo de US$ 90,56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento do Programa

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Segue para sanção projeto de Alvaro Dias que garante a agricultores maior acesso a soluções tecnológicas

Marco On 5 de agosto de 2022 Featured Política

Está seguindo nesta semana para sanção do presidente da República o projeto do senador Alvaro Dias que tem como objetivo permitir aos agricultores acesso rápido e abrangente às tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.