Apoio à atuação dos procuradores do Ministério Público Federal na Lava Jato

No Plenário, o senador Alvaro Dias deu destaque à nota divulgada nesta quinta-feira (16) por diversas associações que representam os procuradores da República, em que repudiam as tentativas de desqualificar a atuação do Ministério Público Federal, especialmente do procurador-geral Rodrigo Janot. Para o senador Alvaro Dias, em um estado democrático de direito, a Constituição deve ser respeitada e cumprida, e neste sentido vêm atuando os agentes públicos que procuram aplicar a lei a todos de forma indistinta.

“É importante impedir que golpeiem a operação Lava Jato, principalmente quando há uma tentativa de desqualificar os trabalhos da força-tarefa responsável pelas investigações. Não se pode permitir que grupos tentem comprometer as investigações em curso, e o Brasil não vai aceitar a interrupção da Lava Jato. Pelo contrário, tenho convicção de que a operação vai alcançar os seus objetivos e não vai ser contida por quem quer que seja. Nós, aqui no Congresso, temos que apoiar o Ministério Público Federal, a Polícia Federal, a Justiça Federal, o trabalho do procurador Rodrigo Janot, porque este é o desejo de todo o povo brasileiro”, afirmou o senador Alvaro Dias.

A nota destacada pelo senador foi assinada pelos presidentes da A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), da Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM) e da Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT). No documento, as associações reiteram que “certos de que o Brasil já atingiu a maturidade institucional necessária para fazer com que o País atravesse momentos de turbulência política, econômica e jurídica, asseguramos a população de que continuaremos atuando com serenidade na defesa dos direitos e garantias constitucionais”.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram