Defesa da ampliação de pesquisas com células-tronco, que podem salvar muitas vidas

O senador Alvaro Dias, em pronunciamento no Plenário nesta segunda-feira, fez um apelo ao governo federal, para que retire os entraves que atualmente impossibilitam o avanço das pesquisas com células-tronco, e sua possível utilização na cura de doenças e para salvar vidas. O senador falou da sua participação no programa do comunicador Jocelito Canto, na rede Massa/SBT do Paraná, que realizou uma campanha de arrecadação para dar suporte ao tratamento com células-tronco que dois garotos da região de Ponta Grossa atualmente estão fazendo na Tailândia. Alvaro Dias lamentou que o Brasil, o primeiro país da América Latina a aderir a pesquisas com células-tronco, ainda não tenha tratamento para algumas doenças por conta dos entraves burocráticas e da legislação para o avanço na medicina.

“Participei na última sexta-feira do programa de TV de Jocelito Canto, a quem parabenizo aqui da Tribuna pela ação benemérita de arrecadar recursos para sustentar o tratamento de dois meninos paranaenses, que possuem uma rara enfermidade que não pode ser tratada no Brasil. A única esperança que as famílias possuem reside em um tratamento a partir de células-tronco realizado apenas na Tailândia. No programa de Jocelito Canto, fiz a pergunta que repito aqui no Plenário: por que esses garotos não podem ser tratados no Brasil?”, questionou o senador.

A partir das informações que recebeu de Jocelito Canto, o senador explicou que a doença, que atinge meninos e possui incidência de um em cada 3 mil a 4 mil nascimentos masculinos – segundo o Centro de Estudos Genoma Humano (USP), não possui nenhum tipo de tratamento no Brasil. “Ainda que sem a possibilidade de tratar a DMD no Brasil, Nelson e Ariane Patrzyk, os pais de Nathan, já tinham ouvido nas pesquisas com células-tronco, que pretendem promover a regeneração de tecidos. Ao pesquisar mais sobre o tema, encontraram um hospital na China, que também possui sede na Tailândia, que realiza esse tratamento. São seis injeções, que custam entre R$ 70 mil a R$ 100 mil. No Brasil, a legislação ainda não permite sua utilização”, afirmou o senador.

Alvaro Dias citou, em seu pronunciamento, depoimentos de diversos cientistas brasileiros, que falam sobre os maiores entraves ao desenvolvimento de suas pesquisas com células-tronco no Brasil: a dificuldade burocrática, a demora e o alto custo para a importação de reagentes. É o caso de Dario Zamboni, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP – Departamento de Biologia Celular Molecular e Bioagentes Patogênicos:

“No Brasil, encontrei vários desafios para fazer ciência de alto nível. Por exemplo, ainda é muito difícil importar reagentes para pesquisa. O sistema de financiamento no Brasil também é desafiador, porque muitas agências de fomento valorizam o número de trabalhos publicados por um cientista, em vez de favorecer a qualidade da ciência que é produzida. Além disso, a ordem de autoria nos trabalhos publicados muitas vezes não é valorizada. Eu e alguns colegas estamos lutando para corrigir esses problemas no sistema brasileiro”, disse o professor, em depoimento destacado por Alvaro Dias da Tribuna.

Ao concluir seu pronunciamento, o senador Alvaro Dias criticou ainda os entraves colocados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), como, por exemplo, para dificultar a importação de medicamentos. “Mais uma vez a Anvisa coloca dificuldades que atrapalham o tratamento de doenças no Brasil. Esperamos que o governo brasileiro possa injetar mais recursos para alavancar pesquisas, para desenvolver o tratamento com células-tronco no nosso País, fundamentais para salvar vidas humanas com muita eficácia e celeridade. Avançamos em matéria de legislação, temos leis modernas, mas precisamos vencer entraves burocráticos que possibilitem estimular as pesquisas. Enaltecendo aqui o trabalho do comunicador Jocelito Canto, torcemos para que o tratamento dos meninos paranaenses na Tailândia dê resultado e eles possam retornar com saúde para o Brasil”, finalizou o senador.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marinha brasileira se destaca no combate à pandemia do coronavírus

Marco On 12 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

Uma balsa com um tanque de 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido atracou, no último sábado, no Porto Encontro das Águas, terminal da Petrobras em Manaus (AM), acompanhada pelo Navio-Patrulha Fluvial “Roraima”, subordinado ao

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Alvaro Dias envia ao ministro da Infraestrutura reivindicações do setor produtivo sobre novos pedágios no Paraná

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias, após receber documento com reivindicações de entidades de classe, empresariais, da agroindústria, do setor de logística de transporte e da sociedade organizada, decidiu enviar ofício ao ministro da Infraestrutura, Tarsício Gomes

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Projeto de Alvaro Dias estabelece eleição direta e maior transparência na OAB

Marco On 8 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias apresentou projeto de lei (PL), esta segunda-feira (08/02), que estabelece eleições diretas para a Diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de promover outras mudanças que

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Alvaro Dias apresenta voto de pesar pelo falecimento do ex-prefeito Salazar Barreiros

Marco On 5 de fevereiro de 2021 Destaque, Política

O senador Alvaro Dias fez um requerimento solicitando a inserção do voto de pesar pela morte do ex-prefeito de Cascavel, oeste do Paraná, Salazar Barreiros, nos anais do Senado Federal, nesta sexta-feira (5/2). “Com a

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.