Alvaro Dias falou sobre o conflito entre os poderes no 5º Congresso do MBL

O senador Alvaro Dias participou, neste sábado (16/11), o 5º Congresso do Movimento Brasil Livre, realizado em São Paulo com o propósito de discutir o processo de transformação da democracia e de todas as narrativas que a cercaram ao longo da história recente. Alvaro Dias foi o expositor principal do painel “A renovação do Senado e o conflito entre os poderes”, e na sua fala, defendeu a operação Lava Jato, destacou a importância da aprovação do seu projeto que acaba com o foro privilegiado, e destacou a urgência da aprovação de projeto que estabelece na Constituição a prisão após condenação em segunda instância.

Na sua exposição, Alvaro Dias citou a data da proclamação da República, comemorada neste dia 15 de novembro, e lembrou que na última campanha eleitoral, defendeu a refundação da República como forma de sanar os conflitos entre poderes, solucionar as graves desigualdades sociais e acabar com a casta de privilegiados que teima em se beneficiar do poder. Para o senador, os conflitos que vemos entre poderes mostram que há uma negação da República.

“O que temos é República? Ou há um divórcio que distancia governantes da população? A República, para muitos, mais se parece império, porque passa a ideia de ser constituída por um agrupamento de privilegiados que procuram preservar os seus privilégios acima dos interesses maiores da população, à custa do sacrifício da maioria dos brasileiros. Para sairmos desta situação de impasse, de indignação e de revolta, precisamos de uma República refundada, na qual todos deveríamos estar submetidos à lei, e todos deveríamos ser iguais perante a lei”, destacou o senador Alvaro Dias.

Durante todo o feriado, o MBL centenas de pessoas para discutir um Brasil livre como projeto de poder a ser alcançado. Em dois dias de evento, foram debatidos temas como os desafios com as falsas narrativas, como a do chamado “golpe de Dilma”; reforma política; a nova república e o presidencialismo; humor e linguagem política; reformas necessárias para o Brasil; política e religião; liberdade de imprensa e fake news; o poder transformador do empreendedorismo e a cultura estatista brasileira, entre outros assuntos.

Além do senador Alvaro Dias, participaram do Congresso do MBL o deputado federal Kim Kataguiri, o deputado estadual Artur do Val, o jornalista Carlos Andreazza, a jornalista Vera Magalhães, o deputado federal Vinícus Poit, o ex-ministro Henrique Meirelles, o deputado Paulo Ganime, entre outros.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram

Uma resposta

  1. É isso aí Senador!Ficamos agradecidos por estar de acordo com os anseios da população!”Renovação do Senado e das Leis”.

Os comentários estão desabilitados.