Alvaro Dias defende votação urgente de projeto que proíbe reajuste de remédios durante pandemia

O senador Alvaro Dias, na reunião de líderes realizada na manhã desta segunda-feira (05/04), pediu ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e aos demais líderes partidários que fosse priorizada a votação do PL 939/2021, de autoria do senador Lasier Martins. O projeto requisitado por Alvaro Dias impede o aumento anual dos preços dos medicamentos durante a pandemia da Covid-19, ao vedar o reajuste. Protocolado em 17 de março, caso o projeto seja aprovado nas duas Casas do Congresso e transformado em lei, a medida se aplicará retroativamente a qualquer reajuste realizado em 2021, não gerando, no entanto, direito a restituições de pagamentos já ocorridos.

Na justificativa do projeto defendido por Alvaro Dias na reunião de líderes, o senador Lasier Martins aponta que a pandemia de covid-19 impactou o mundo de maneira intensa, e, desde seu início, vem causando mortes e prejuízos econômicos e sociais, como desemprego, fome e aumento da miséria. Para o parlamentar, é essencial que o Estado garanta à população passar por esse momento com o menor sofrimento possível.

“Nesse sentido, e ainda mais por se tratar de uma emergência em saúde pública, entendemos que não é razoável permitir que os medicamentos sofram qualquer reajuste nesse momento de grandes privações das famílias brasileiras”, disse Lasier.

O projeto insere a novidade na Lei 10.742, de 2003, que autoriza o ajuste anual dos preços de medicamentos, a serem definidos em ato da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), no âmbito do Poder Executivo. Em 2020, esse ajuste anual foi suspenso por 60 dias, pela Medida Provisória 933/2020. Como não foi votado pelo Congresso, o texto perdeu eficácia em 28 de julho.

Lasier Martins lembra que a suspensão pretendida pela MP surtiu efeito enquanto vigorou a norma e cumpriu sua finalidade naquele momento. Segundo o senador, diante da ausência de nova vedação de reajuste, e dentro da sua competência regulamentar, o CMED publicou resolução, em 12 de março de 2021, permitindo o aumento de até 4,88% nos preços de remédios. “A medida é válida para mais de 19.000 medicamentos disponíveis no mercado brasileiro”, observa.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe uma resposta

- Últimos Posts

Siga-nos nas redes sociais
Cadastre-se e seja notificado de todas as novidades do Portal.
Últimos posts
Voto de Aplauso ao legado da educadora Branca Alves de Lima

Voto de Aplauso ao legado da educadora Branca Alves de Lima

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política

Como reconhecimento pelo legado a relevante contribuição que deixou à educação brasileira, o senador Alvaro Dias apresentou um requerimento de Voto de Aplauso à saudosa educadora Branca Alves de Lima, que faleceu em 25 de

Silvino Dias e a Fazenda Diamante

Silvino Dias e a Fazenda Diamante

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política, Vídeos

O canal do YouTube Maringá Histórica produziu este vídeo em homenagem ao senhor Silvino Dias, pai do senador Alvaro Dias. A história começa quando Silvino Dias fundou a Fazenda Diamante, em Maringá e começou a

Aprovada emenda de Alvaro Dias que aumenta proteção sobre histórico de pacientes internados de emergência

Aprovada emenda de Alvaro Dias que aumenta proteção sobre histórico de pacientes internados de emergência

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política

O Senado aprovou, esta terça-feira (18/05), o Projeto de Lei (PL) 3.814/2020, que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a criar uma plataforma digital para unificar informações de pacientes atendidos pelas redes de saúde

Aprovado projeto de Alvaro Dias que incentiva produção nacional de insumos para vacinas

Aprovado projeto de Alvaro Dias que incentiva produção nacional de insumos para vacinas

Marco On 7 de junho de 2021 Destaque, Política

Incentivo à produção nacional de insumos farmacêuticos ativos (IFA) no Brasil, necessários para a fabricação de vacinas. É o que garante o PL 4209/2019, de autoria do senador Alvaro Dias, aprovado na sessão plenária desta

Citações

O foro privilegiado é o protetor daqueles que praticam atos de corrupção e permanecem impunes.

Mais de 90% da população deseja o fim dos privilégios das autoridades.

Só com o fim do foro privilegiado podemos afirmar que todos serão iguais perante a lei.

O foro privilegiado é essa perversidade que impede uma mãe de assistir justiça com a condenação de um criminoso que assassinou o seu filho.

Vamos olhar mais para o campo. A agricultura será a salvação do Brasil no pós-pandemia. A agricultura será fundamental.

Ao longo do tempo, o Brasil valorizou pouco a agricultura, deveria ter valorizado mais.